Designação: Mentha piperita

Onde se encontra: Esta planta encontra-se na Europa Mediterrânica

Floração: junho-setembro

Habitat e ecologia: arbusto perene; gosta de solos pobres e bem
drenados, sempre com boa exposição solar.
Hipericão do Gerês
Salva
Hortelã-Pimenta
Lúcia-Lima
Tomilho
Usos, costumes e propriedades:
É uma erva verde-intenso e aroma refrescante; é tónica, estimulante e estomacal.
Devolve o vigor a todos os órgãos, beneficiando os nervos, o coração, o aparelho digestivo (contra debilidades do estomago, cólicas, náuseas, fadiga, gases,
úlceras), figado e pâncreas
As folhas da hortelã pimenta (em infusão), empregam-se contra a insónia e excitação nervosa. As folhas frescas em infusão facilitam a digestão
Usa-se para irritações cutâneas e constipações, dores de cabeça e dor de dentes (mastigar a folha). Os talos triturados são eficazes contra picadas de insectos.
Actua sobre os nervos como um sedativo, cura as dores de dentes (uma gota num algodão sobre a carie), evita pés frios (pondo umas folhas de menta entre os
pés e as meias)

Como preparar:
Infusão de hortelã-pimenta: Colocar 1 colher (de chá) de Hortelã-pimenta numa chávena de água fervida e deixar repousar 10 minutos. Depois coar e beber 3
vezes por dia a seguir às refeições

Contra-indicações:
O chá de hortelã-pimenta é contraindicado para crianças menores de 12 anos, grávidas e lactantes
  • Item 1
    • Sub Item 1
    • Sub Item 2
      • Sub Item 3
      • Sub Item 4
  • Item 2
    • Sub Item 1
    • Sub Item 2
      • Sub Item 3
      • Sub Item 4